[K-DRAMA] Strong Woman Do Bong Soon

segunda-feira, abril 16, 2018

candy seasons

Strong Woman Do Bong Soon
 (힘쎈 여자 도봉순) é um drama coreano de 16 episódios transmitido pela emissora JTBC entre 24 de fevereiro de 2017 a 15 de abril de 2017. Teve como roteirista a estreante Baek Mi Gyeong, produtor Lee Jin Seok (A Korean Odissey) e diretor Lee Hyeong Min (Miracle That We Met).


Sinopse

Do Bong Soon (Park Bo Young) nasceu com força sobre-humana. Sua força é hereditária e passou somente para as mulheres em sua família. Seu sonho é criar um videogame com ela como personagem principal. Ela desesperadamente quer se tornar uma mulher delicada e elegante, que é o tipo ideal de sua paixão, In Guk Doo (Ji Soo), um policial. Graças a sua força, ela recebe o trabalho de um guarda-costas, para um rico herdeiro Ahn Min Hyuk (Park Hyung Sik), diretor-chefe de uma empresa de jogos, Ainsoft. Ao contrário de Guk Doo, Min Hyuk é sensato, brincalhão, um pouco estragado, não tem respeito pelas regras e não gosta dos policiais. Ele recebeu recentemente ameaças anônimas e até foi perseguido em uma certa ocasião. Assim que vê a força de Bong Soon, a contrata para ser sua guarda-costas. No bairro em que Bong Soon mora mulheres começam a sofrer ataques e a serem sequestradas e ela não ficará inerte em relação a isso.

Personagens

Candy Seasons

Do Bong Soon (Park Bo Young) - Está aí uma personagem fácil de se identificar, não é todo dorama que consegue trazer a vida uma personagem tão forte e adorável ao mesmo tempo. Bong Soon é uma jovem que não admite injustiças, está sempre procurando ajudar sua comunidade e as pessoas que ama e também vai atrás de seu grande sonho que é ser uma designer de jogos. Ela não aceita muito bem ter a força que herdou de sua mãe mas no decorrer da história é levada a refletir sobre isso.


Candy Seasons

Ahn Min Hyuk (Park Hyung Sik) - Um anjo (não consigo esconder meu favoritismo por esse personagem). Não só em dramas asiáticos, mas em qualquer adaptação, é difícil achar um personagem tão adorável, que não é problemático e que não diminui a personagem feminina. Apesar de saber que Bong Soon é mais forte que ele, encontra-se sempre disposto a defende-la e cuidar dela, não achando que ela não é capaz, mas sim por gostar muito dela e querer que ela não se machuque. Está ali presente na empresa e tentando resolver problemas pessoais, não sendo apenas o protagonista masculino que se apoia em alguém. Sem contar que é completamente adorável! 


In Guk Doo (Ji Soo) - Tá aí um personagem meia boca. Não consegui gostar dele, não achei carismático e tinha atitudes bem babacas com a Bong Soon, que gostava muito dele mesmo assim. Como policial, gostei de suas atitudes para procurar quem era o cara que estava sequestrando mulheres no bairro, estava de parabéns! Fora isso, não sei nem o que estava fazendo lá, querido.

Candy Seasons

Já no começo do drama somos apresentados a uma gangue, que a Do Bong Soon enfrenta e que a persegue por muito tempo. Ela acaba com eles sem o menor esforço e eles sempre querem vingança. Até uma certa parte do drama eu estava gostando desse plot, mas depois de um tempo me cansou, chegando a ser a parte mais chata. Até a aparição de Oh Dol Byung um cara idêntico ao Kim Kwang Bok o integrante da gangue que mais odiava a Bong Soon, e ele trabalha no mesmo local que ela, os encontros dos dois eram fantásticos e muito engraçados.

Candy Seasons

Lembra que eu disse que a Bong Soon é uma personagem adorável? Pois é! Uma gangue de adolescentes que perturbava a região acabou idolatrando a mocinha por sua força e por ser legal com eles. E nisso, ela acabava os educando, os incentivando a pararem de atormentar os outros e a estudar. Maravilhosa, né? Um dos pontos mais altos do drama para mim é a relação das mulheres da família de Do Bong Soon. As mulheres da família tinham essa super força, mas não poderiam usar para algo errado, o que fez com que a mãe de Bong Soon perdesse seu poder. Ver a união de mulheres é sempre bonito e louvável, e apesar de alguns problemas (como toda família), adorei ver como a relação da protagonista e sua mãe se desenvolvia no decorrer dos episódios.


O OTP!! Vamos falar sobre a química inegável dessa casal maravilhoso. Desde o primeiro contato dos personagens é possível sentir que não tem mais volta, você vai shippar. Adoro ver como eles se bicam o tempo todo, mas estão desenvolvendo um sentimento por trás de tudo. Torci pra que eles ficassem juntos logo, queria que todos os episódios fossem com cenas muito fofas dos dois. Teve bastante coisa adorável, principalmente na reta final, então nem tenho do que reclamar. Entrou pro meu top melhores casais de dramas. Queria pelo menos um mini drama mostrando o que aconteceu com eles depois do final? Claro que queria! Mas a gente se contenta com o que tem mesmo.



Minha opinião! (Com Spoilers)




  • A crítica em relação a violência contra a mulher e o machismo me surpreendeu. Eu não esperava esse plot na história, já que não estava na sinopse oficial (eu adicionei na sinopse do post). Tratar de violência contra a mulher em um drama é muito bom, já que coloca em alta o questionamento sobre o tópico. Eu queria que fosse mais aprofundado, por ser um tema que me interessa, mas por ser um drama de comédia romântica, foi bom ter abordado o assunto. O vilão me fez sentir raiva, então tá tudo certo. Mas deviam ter revelado ele um pouco mais pra frente, adoro um suspense.
  • A amiga da Bong Soon era praticamente uma irmã e eu amava sempre que tinha uma interação entre elas. O carinho e irmandade entre as duas era adorável. Como uma parte da trama gira ao redor da violência sofrida pela amiga, ela é bem importante para história, mas gostaria que tivesse aparecido bem mais. Assim como o irmão gêmeo da Bong Soon, gostei da relação dos dois e gostaria que tivessem mais história juntos.
  • Amei o fato da Bong Soon amar jogos e querer trabalhar no meio, sonhando em ter uma personagem inspirada nela. Adoro jogos, mesmo não entendendo muito ou sendo boa neles, mas fui maravilhosamente influenciada pelo meu namorado e nessas cenas eu sempre lembrava dele. Ver como funciona uma empresa é bem interessante, mesmo que tenha sido tratado de uma forma não muito aprofundada.  
  • O que mais gosto de reparar em dramas é a trilha sonora e essa está de parabéns! A ost conta com Jung Eunji no Apink, Suran, Standing Egg, Kim ChungHa, Mamamoo, VRomance, Every Single Day e nosso mocinho Park Hyung Sik. Para ouvir, clique aqui.
  • O final foi muito lindo, teve aquele desfecho em que você vê o que acontece com os personagens depois da resolução da problemática da história. Amei o casamento, a reação do MinHyuk quando viu a Bong Soon de noiva e eles tendo filhas, foi um final bem divertido. Gostaria de mais cenas do otp porque nunca vai ser o suficiente hahaha.

Onde assistir: Netflix - Viki - DramaFever


E você, já assistiu o dorama? Ficou com vontade de assistir? Comente sua opinião, adorarei lê-la!

You Might Also Like

0 comentários